15.1.06

Peça: 18. Um Homem Em Chamas

um homem em chamas
não acorda a cidade
como
uma bomba
ou
um relógio

um homem em chamas
ateia fogo à casa vazia
como a
um calabouço
ou um deserto

um homem em chamas
faz silêncio
e seu couro
duro
desmancha o fogo
silencioso

um homem em chamas
dorme desfigurado
como
um cão
ou
uma lembrança morta
____________________________________
foto de Lee Lanier
Vá também ao Museu de Tudo no Multiply

18 comentários:

Marilena disse...

ah, a força da alma do poeta ... quanto barulho ela faz em seu silêncio!! Bjs. (Mudei de endereço, se tiver tempo de me visitar, estou neste outro).

Claudinha disse...

Olá Theo, eu fui no Multiply, mas não quis deixar o comentário lá. Meus amigos de lá ficam enciumados porque nunca mais os visitei e visito só sua página... belíssimo poema. Fiquei imaginando, quantas vezes um homem não está em chamas, digo com a alma em chamas, e silenciosamente se deixa consumir diante de nossos olhos que nada percebem?
Quantas vezes não somos lembranças mortas de vidas mal vividas e nos deixamos carbonizar pelas outras pessoas? Não sei, mas seu poema me fez refletir sobre isto... Um beijão e até mais!

marcos pardim disse...

desfigurados, os homens chamas podem mesmo ser "lembranças mortas..." mas, o resultado de suas labaredas costuma deixar lembranças muito vivas. 1 abraço.

Ronaldo disse...

Meu caro Theo! muito belo esse seu dizer poético, muitas vezes os homens estão em chamas bem na nossa frente e as labaredas das chamas também nos atingem.abraço!

Glória disse...

De tanto arder em chamas só sobraram as cinzas das lembranças mortas...qtas e qtas vezes nos sentimos assim como o homem em chamas do teu poema, belíssimo. Beijo grande Theo...
PS1: Que bom que ainda conseguiste ver Fabiano, vc acredita que só o vi uma única vez!!!!
PS2: Estive aí ontem, pensei em visitá-lo, mas estava numa correria danada....fica p/ outra vez...

carla disse...

belissimo, Theo.
Muito bom dia pra vc.

Celso disse...

versos agudos, ferindo o leitor.

saudações

célia musilli disse...

ando assim, com uma dor..em chamas.deixo consumir até a última centelha.. beijoss

Francisco Sobreira disse...

"Um homem em chamas não acorda a cidade, como uma bomba ou um relógio". Belos versos iniciais de um belo poema. Um abraço, Theo.

Sonia Marini disse...

Vim te visitar, por causa das garrafas ao mar. Encontrei um homem em chamas. Grata surpresa. Voltarei.
beijos

Theo G. Alves disse...

marilena, gosto quando um poema faz barulho. o alarido me alumia.
claro que vou te visitar.
beijo!

Theo G. Alves disse...

claudinha, fico todo todo com o privilégio de receber suas visitas lá no multiply. e adoro recebe-las aqui tb!
uma coisa que muito me intriga é uma certa solidão desses homens em brasa.
beijo!!


marcos, oxalá você esteja certo e nenhum homem queime mesmo em vão!
forte abraço!

ronaldo, mais bela ainda é a amizade! um grande abraço!!!

Theo G. Alves disse...

glória, eu fico sempre enternecido com o carinho de suas palavras. obrigado!
p.s.2.1: venha me visitar quando quiser. será um prazer!!


carla, obrigadíssimo!
ótimos dias para nós!!


celso,
espero que a ferida no leitor não o impeça de lutar.
um abraço!

Theo G. Alves disse...

célia,
o leminski dizia que "um homem com uma dor é muito mais elegante"... a dor tem dessas coisas...
beijo!!

sobreira,
obrigado! muito obrigado!
um grande abraço seridoense!

sonia,
que bom que esta garrafa foi encontrada!
volte sempre, volte mesmo!
beijo!!

Márcia disse...

e no entanto, um homem em chamas devia acordar o mundo!
beijo daqui, theo. de saudade.

Mutatis Mutante disse...

Um homem em chamas reza , tal qual o monge que protestava contra a guerra do Vietnã.

Um abraço!

Theo G. Alves disse...

márcia,
deveriam mesmo. todos os homens deveriam acordar o mundo. acordar a si mesmos.

beijo de quem está sempre por perto.

Anne disse...

Theo... passeando pelo museu ao som do S.W.,me deparo com
...um homem em chamas...nada mais eloquente para esta madrugada.
Belissimo! É sempre um prazer te ler. Bjo ggrande.