15.2.07

Feed

Para os bons amigos que visitam este museu quase sempre tão empoeirado, estou aderindo ao tal "feed", coisa que brutos como eu custam a entender.

O feed avisará aos amigos que utilizam esta ferramenta quando houver novas peças e velhas almas neste museu.

Oxalá isso funcione.

8 comentários:

Valdenides disse...

Não é que funcionou? Cá está, uma alma velha (cheirando a nova) a fuçar peças novas e velhas e tendo a grata surpresa de encontrá-las limpas e alegres, entretecidas pelo presente: todo sempre é por agora.

Theo G. Alves disse...

val,
pelo jeito o bicho funcionou melhor que a encomenda!
que bom vê-la por aqui de novo. tanto tempo que não tenho notícias suas, fessôra.
um abração!

_Maga disse...

Theo! Querido!! Não sabia que o Museu estava em funcionamento!!! Estava com saudades deste pó...

beijos

Mulher na Janela disse...

ei menino....vc comprou aonde?
na feira?

beijos...

p.s.: vai me avisar tbm esse tal de feed?

Theo G. Alves disse...

marcela querida,
o museu é assim mesmo. às vezes vivo, às vezes adormecido, às vezes não é... essas coisas... às vezes eu o abandono, sobretudo quando abandono a mim. Mas voce por aqui deixa este lugar mais agradável e bonito.
beijo!!


iara,
achei o danado do feed com aquele cara que espalha umas coisas no meio da feira aqui em frente e bota a placa "LOJAS BLAHIA"... lá tem de tudo... vende até alicate cremoso e prego de fumaça: coisas que ando precisando ultimamente.

o bicho funciona de maneira simples: tá vendo lá perto do browser um quadridinho laranja com uns riscos brancos dentro? clica no infeliz e toda vez que tiver coisa nova no museu (ou seja: a cada 12 anos) vai aparecer em negrito nos seus feeds, perto dos favoritos. coisa fina, finíssima!

beijo!!

p.s.: quando vc vem visitar os exilados de novo? saudade! :)

Edilson Pantoja disse...

vou me informar sobre essa história de feeds, Abraço!

Marco disse...

Bem, o tal "feed" não me chamou. Mas eu venho sempre aqui para ver o que de novo tem. E virei sempre que tiver suas coisas boas.
Um abraço!

Theo G. Alves disse...

Edilson,
boa sorte com o bicho aí.
Abraço!

Marco,
o bicho parece que é meio devagar. Ou eu que sou. Ainda estamos resolvendo essa questão.
Bom é que sua presença aqui me é sempre agradabilíssima!
Grande abraço!