21.9.06

Exposições de Tudo: Cinema e Belas Mulheres

Dois belos filmes para duas belas mulheres


A Doce Vida, de Federico Fellini, com a bela Anita Ekberg.





Duas belas mulheres em dois belos filmes

Dogville, de Lars Von Trier, com a bela Nichole Kidman



A beleza muitas vezes não me deixa dormir.

13 comentários:

Marco Santos disse...

Graaaande Théo!
Ô rapaz! Que bom que você voltou a freqüentar o ambiente blogueiro! estávamos com saudades.
Sobre as duas que você citou, Bem, a Ekberg era mais bonita que a Kidman. Em compensação, a Nicole é muito melhor atriz que a Anita (anitona, como Fellini a chamava...).
Bom te ver de volta!
Abração!

Mutatis Mutante disse...

N#1:Não vi nenhum dos dois filmes , nem conhecia a primeira. Mas Nicole Kidman é realmente uma bela mulher. Por falar nela , eu não assisti o Dogville , mas filme bom é aquele De Olhos Bem Fechados , que ela é dirigida pelo Kubrick.

N#2:Ouvi o disco do Nick Cave. As letras são fodásticas , mas como o meu conhecimento do idioma anglo-saxônico é pouco , fico um bocado perdido. Na área das melodias , sinto uma certa "repetição" ao uso de pianos. Talvez eu ande muito exigente - nem o disco do Bob Dylan me agradou...

N#3:Vai aparecer hoje à noite?

N#4:Ouviu a Regina Spektor?

N#5:Estou chegando à conclusão de que eu não nasci pra ser músico.

Abração!

Márcia disse...

cadê tu, theo? saudadeeeeeeeeeeee.

Claudinha disse...

Ola Theo. Que bom ver atualização! Acho que a Nichole está crescendo cada vez mais como atriz. Quanto à beleza, não sou muito chegada em louras (nem em morenas e ruivas), rsrsrs, mas sei que elas são mulheres belíssimas!

(Não sei se já tive oportunidade de escrever isto, mas queria agradecer a você, que, desde O Centenário, trouxe pessoas maravilhosas para o meu convívio. Obrigada!)
Beijão!

Theo G. Alves disse...

Marco, meu velho, essa é uma volta "assim assim"... uma volta pra diminuir a distância.
Devo demorar ainda algum tempo pra voltar de vez.
Verdade que a Anitona não era lá a melhor atriz do mundo, mas com um Fellini por perto e essa beleza toda...
Da menina Kidman eu gosto muito, tanto de suas atuações quanto de sua simples existência.
Ela faz nossa vida um pouquinho melhor.
Um grande abraço!

Theo G. Alves disse...

Mut, meu velho:
#1: De olhos bem fechados é mesmo muito bom. Gosto bastante do Kubrick. Gosto muito da menina Kidman.

#2: O Cave talvez faça algumas repetições no Boatman's Call, mas deve ser porque a beleza também circula... O do Dylan, ainda estou devendo a mim....

#3: Hoje não apareço, infelizmente...

#4: As músicas da RS que vc me mandou são muito boas. Mas gostei menos do lado mais pop...

#5: como te disse, meu velho, o problema não é sua música: é minha poesia ehehehehehhe

Grande abraço!!

Theo G. Alves disse...

márcia querida,
nem sei mais onde estou heheeehheheeh
mas devo voltar em breve (não tão breve assim)...
tb estou com saudades...
beijo bem grande!!

Theo G. Alves disse...

claudinha,
elas são mesmo lindas...

vc ja me tinha dito sobre as "pessoas que eu trouxe", mas na verdade, caríssima, a grande responsabilidade das pessoas boas q te cercam é sua...

ninguém tem bons à toa. fico contentíssimo em poder participar dsso de alguma forma.

grande beijo!!

célia musilli disse...

OI, estava com saudades de vc. E escolheu aqui dois belos filmes, estrelados pelas não menos bonitas...rs Obrigada pela visita ao Sensível desafio. UM beijo e boa semana

marcos pardim disse...

théo, meu caro amigo, com tens andado? resolveste passear um pouquinho pela blogosfera, então... rapaz, se beleza não te deixa dormir, te digo que esta insônia eu quero mais é curtí-la de olhos bens abertos, só fechando de vez em quando rsss... 1 grande abraço.

Glória disse...

Oi Theo,
De volta com toda a beleza e dois filmaços que espero vê um dia.
Que bom que voltastes.

PS1:Estou na Cristo Rei às segundas e quartas a noite, depois das 21:00, sempre olho p/ Microlins a tua procura e nunca te encontro...não vou lá pq acho que estás ocupado.
PS2:Apareça qualquer dia nem que seja p/ dar um oi e um até logo. rsrsrs
Abraço saudoso!!!!!

Moacy disse...

Meu caro: Nicole é Nicole, bela entre as belas, fêmea entre as fêmeas, atriz entre muitas atrizes. Anita (cuja beleza não faz o meu gênero) conseguiu ser Anitona com Fellini, sem dúvida. 'A doce vida' é um filme emblemático. Um grande abraço.

Denis disse...

Meu 'lascivo' querido, que bom vê-lo espanando a poeira do Museu!
Pôxa, ando tão afastado do cinema, revi uma fita de vídeo com o impagável Angels In America. A música tem me consumido deliciosamente. Ei, qualquer dia a gente se encontra também na praça Cristo Rei!
Força, sempre.
Com carinho,
denis.