23.10.09

Peça: 59. O Avesso da Memória

mas
não recordar o nome deste animal
que conheço?

xxxxxxxx<< a dureza de sua carne
xxxxxxxx<< a hirteza de seu pelo

mas
qual é o nome deste
animal
que conheço?

xxxxxxxx<< a ferrugem de sua mandíbula
xxxxxxxx<< a aspereza de sua ossatura

tendão
por
tendão
que devora

xxxxxxxx<< a lentidão de seu passo
xxxxxxxx<< a angústia de sua fome

sua
vítima dos intestinos
para fora:
um câncer

xxxxxxxx<< a robustez de suas patas
xxxxxxxx<< a escuridão de seus destinos

mas
não recordar o nome deste
animal
que fui?

12.10.09

Peça: 58: A Anatomia do Espelho

fenece
a musculatura de minhas
sensações

enverga
o esqueleto de minhas
esperanças

o corpo
servil de que sou feito
degenera
diante do espelho

a máscara
tênue da face imemorial
esmaece
frente à casa miúda

xxxxxxxhomem
xxxxxxxpersona
xxxxxxxmemória

xxxxxxxquem,
pergunta
xxxxxxxa voz

xxxxxxxquem?