5.10.12

as incríveis histórias do homem-invisível

esta é uma reunião das histórias do homem-invisível - o herói do anonimato - publicadas até agora. quem viver, verá. ou não.



hq
- criei um super-herói: o “homem-invisível”.
- e qual é o ponto fraco dele?
- a baixa autoestima.



planos de ação do homem-invisível (ou táticas de revolução no fordismo)- o que você faz para ser notado no trabalho?
- eu falto.




 

as fantásticas aventuras do homem-invisível
- não percebi que você já tinha voltado...
- voltado? mas eu nem tinha saído daqui.



mais uma fantástica aventura do homem-invisível
- não, senhor. seu nome não consta em nosso banco de dados.
- mas como isso é possível? eu sou cliente de vocês há mais de 2 anos...





as fantásticas aventuras do homem-invisível
entre os pensamentos do homem-invisível:

"se eu me tornar mais invisível, será que atingirei um ponto em que nem mesmo eu possa perceber que estou aqui?"




mais uma das fantásticas aventuras do homem-invisível
- eu estava sentado à minha mesa, elas abriram a porta, olharam pra um lado e pro outro, ao que uma disse "vamos, não tem ninguém aqui..."
- mas tinha?





novas aventuras venturosas do homem-invisível
o homem-invisível reencontra um velho amigo de infância:

- faz tempo que eu não te vejo!
- isso me acontece com muita frequência...





aventuras extremas do homem-invisível
na manhã de um domingo, um casal de testemunhas de jeová bate à minha porta. ao atende-los, ouço:

- deus tem um plano de vida especial para cada um de nós. gostaríamos de falar um pouco sobre esse plano. tem alguém em casa?
- alguém?




outra aventura radical do homem-invisível
o homem-invisível concede sua primeira entrevista:

- como você espera que as pessoas reajam diante da sua atuação como super-herói?
- espero que elas me vejam como eu realmente sou.





uma aventura eleitoral do homem-invisível
no horário eleitoral gratuito, o homem-invisível apresenta suas prospostas:
"... e prometo uma administração transparente..."





aventuras radicais do homem-invisível: a entrevista
- você sabe que não é um personagem muito original, não é?
- posso não ser original, mas duvido que alguém já tenha visto um personagem como eu!


outra aventura do homem-invisível: homem-invisível vs. entrevistador
- ter um superpoder como o seu não faz com que você se sinta solitário?
- na verdade, eu tenho um amigo que toca piano num shopping. entendemos perfeitamente as angústias um do outro.



 
aventuras radicais do homem-invisível: a entrevista continua
- como você começou a desenvolver seus poderes?
- eu fui professor de literatura durante muitos anos e isso me ensinou a ser ignorado por muitas pessoas ao mesmo tempo...

3 comentários:

refugiodosfujoes disse...

O homem-invisível somos todos nós que. claro, alguma vez já passamos
por algum lugar, ocasião, conversa, sem sermos notados.

Por isso, ele acaba por ser um heroi que cai bem. Um heroi que nos identificamos quando não somos notados.
Um heroi para aqueles que ninguém presta atenção.

Pode parecer trágico.

Ora, um heroi que ninguém nunca coloca os olhos e que nunca foi visto, tem solidão maior que essa? Acho que não.

Mas, talvez, olhando por outro ângulo, o homem-invisível não tem nada de trágico. Acho que esse tem é muita dignidade.
Pois, ele é aquele cara que luta sabendo que não é visto: seja pelas câmeras, seja pelos ídolos, seja
pelos fãs...

Além do mais, tem um ótimo gosto por optar pelas ironias em suas piadas. Espero que surjam mais e mais aventuras do tão nobre e ja querido homem-invisível.

É isso.

CASSILDO SOUZA disse...

Theo é simplesmente fantástico. Você é inversamente proporcional ao homem-invisível, é impossível não notá-lo ante sua capacidade criativa e habilidade para enxergar as "invisibilidades" do mundo.
Orgulho em seu teu amigo, meu caro. Já estou sentindo falta de nossas conversas.

Theo G. Alves disse...

Prentice e Cassildo,

fico feliz e orgulhoso demais pela leitura e apreciação de vocês.

Quanto ao homem-invisível, é um alterego, ou meu ego próprio ainda não sei.

Cassildo, o orgulho e a alegria da amizade é coisa de que partilhamos. Venha nos visitar, rapaz!

Grande abraço a vocês!