10.11.11

Peça: 68. Uma Oração (Frágil)


frágil

a rosa cercada

de cílios


frágil

o coração cercado

de músculos


quem,

senhor,

finalmente,


me levará

ao

chão?

2 comentários:

Délia disse...

Com sua poesia não sei onde vou, mas certamente saiu do chão e outros lugares me habitam.

Bj

Theo G. Alves disse...

délia,

só posso agradecer, honestamente.

beijo