20.8.10

Peça: 64: Um Poema Sem Título (ou o avesso de um)

na sala
vazia

retirou
das gavetas
lacradas pelo
limo

seus
antigos fantasmas

dobrou-os
calmamente e os deitou
sobre o leito frio
da escrivaninha

pétrea
sua mão pesou
delicada
sobre eles